3 remédios para lidar com neuralgia

A nevralgia pode ser descrita como um distúrbio sensível que causa um tipo de choque elétrico na cabeça, face ou região do pescoço. Isso é muito doloroso, portanto, hoje vamos descobrir como lidar com a neuralgia dos remédios naturais.

As pessoas que são diagnosticadas com neuralgia geralmente têm mais de 50 anos, como diz o artigo Neuralgia do trigêmeo . No entanto, os sintomas descritos acima geralmente apresentam uma manifestação irregular.

Isso significa que pode haver semanas em que o paciente não apresenta sintomas. Isso dificulta o diagnóstico e pode colocar em dúvida se é uma neuralgia, dificultando o início do tratamento oportuno.

Remédios para lidar com neuralgia

Antes de expor alguns remédios de origem natural que podem ser de grande ajuda para lidar com a neuralgia, é importante ressaltar a importância de ir ao médico. Essas opções não resolverão o problema, elas só ajudarão os pacientes a se sentirem melhor .

De fato, em nenhum caso as opções que vamos apresentar são um substituto para o tratamento que o médico pode recomendar. Este tipo de transtorno requer medicações específicas e, em alguns casos, tratamento cirúrgico, assim como o artigo Neuralgia del Trigémico. Revisão de tratamento médico e cirúrgico.

1. Sabugueiro

Este remédio tem sido tradicionalmente usado para o seu efeito em espasmos vasculares, o que ajuda a reduzir os sintomas da neuralgia.

A flor de sabugueiro é um remédio para enfrentar as neuralgias de origem popular. Na verdade, essas flores são bastante utilizadas na medicina herbal porque tem certas propriedades que podem ser úteis para a neuralgia.

  • Emoliente : usado externamente ajuda a reduzir a inflamação.
  • Antiespasmódico : evita essa sensação de choque elétrico.
  • Venotônico : promove a circulação sanguínea.

A maneira de aplicar esse remédio de origem natural é externamente. Para fazer isso, uma infusão é feita com suas folhas. Com ele vamos embeber compressas que vamos colocar na área da cabeça, face ou pescoço. O alívio não vai esperar.

Talvez você esteja interessado:  Várias pessoas que sofrem de osteoporose, artrite e artrose estão fazendo o uso do flex caps que é um suplemento natural para combater essas dores articulares.

2. Vetiver para lidar com neuralgia

A vetiver é uma planta cujo uso mais difundido está em seu formato de óleo essencial. Isto é porque tem propriedades calmantes e anti-inflamatórias que o tornam um excelente aliado para lidar com neuralgia.

No entanto, para ser realmente eficaz para neuralgia, recomenda-se infundir a raiz da planta. Depois disso, ele será aplicado externamente na área afetada (cabeça, rosto, pescoço) fazendo fricções suaves.

3. Arnica

Arnica é um dos últimos remédios para lidar com a neuralgia que pode ser usada para aliviar os sintomas. Estas são flores amarelas que têm propriedades diferentes para tratar uma grande variedade de problemas.

  • Anti-inflamatório
  • Analgésico
  • Diminui o edema (inchaço).

Uma das melhores maneiras de fazer uso desse remédio é usá-lo topicamente. Para isso, é aconselhável usar tintura de arnica. Isso será diluído em água e aplicado por uma massagem suave nas áreas afetadas.

Informação de interesse

Apesar dessas 3 recomendações para lidar com a neuralgia, é importante lembrar que a neuralgia não pode ser “curada” apenas por isso. É essencial que haja controle adequado e tratamento médico.

Na verdade, o que eles podem fazer é complementar o que eles prescreveram. No entanto, se quisermos nos sentir mais seguros, podemos perguntar ao nosso médico se o tratamento principal pode ser afetado pela aplicação desses remédios de origem natural.

Os medicamentos que o médico irá prescrever serão compostos por anticonvulsivantes e relaxantes musculares. Além disso, injeções de Botox (em doses muito pequenas) também podem ser recomendadas.

Nos casos mais graves, a melhor solução é a cirurgia. É uma maneira de corrigir o problema na raiz e evitar que ele continue prejudicando a vida do paciente. No entanto, no caso anterior em que apenas drogas são tomadas, os remédios mencionados podem ser um excelente complemento.

Você foi diagnosticado com neuralgia? Alguém ao seu redor está sofrendo atualmente? Nós encorajamos você a perguntar ao seu médico sobre a viabilidade de usar esses remédios naturais como um complemento ao seu tratamento usual.

Com isso, esperamos que, se você começar a usar os resultados, seja óbvio e permita perceber uma melhora que o ajudará a ter uma melhor qualidade de vida .

O poder das plantas medicinais

Desde o início dos tempos o homem se utiliza das plantas para lidar com desequilíbrios do corpo e da alma. Através da própria intuição e de erros e acertos, o homem foi descobrindo o poder das plantas e avançando nestas descobertas, ainda que muito lentamente até os dias atuais.

O fato é que foram séculos realizando estudos e testes para descobrir as fórmulas e desenvolver medicamentos a fim de tratar enfermidades e amenizar sintomas.

Com todo o desenvolvimento, estudo das plantas medicinais e mais o avanço da tecnologia, os medicamentos obtidos através das plantas vêm ganhando espaço e sendo utilizado por um grande número de pessoas.

Talvez não sejam utilizados como única alternativa, mas como um complemento nos tratamentos convencionais.

Como funcionam as plantas medicinais?

As plantas medicinais como o aranto e outras carregam em sua estrutura várias substâncias que, se extraídas de maneira correta, podem combater os sintomas, trazer alívio ou até mesmo curar algumas doenças.

Quem nunca experimentou um chá bem quentinho para combater uma gripe? Se a planta utilizada for capaz de proporcionar alívio aos sintomas, bem melhor.

Na preparação de chás a melhor forma de utilizar a planta é in natura. Os chás industrializados passam por processos que podem comprometer sua eficácia.

A fitoterapia e as plantas medicinais

Fitoterápicos são medicamentos que são produzidos em processo industrial utilizando as propriedades medicinais das plantas. Os fitoterápicos passam por rigorosas avaliações até que sejam disponibilizados para o uso.

Através deste processo são padronizados o uso e as quantidades da planta oferecendo maior eficácia e segurança.

No Brasil, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) regulamentou dezenas de plantas para que possam ser utilizadas pela população. Todo medicamento deve ter registro nesta agência para ser comercializado.

Os fitoterápicos oferecem comodidade e segurança, mas nem por isso as infusões devem ser deixadas de lado.

Atualmente com as informações ao toque um dedo, podemos acessar o benefício das plantas medicinais bem como aquela mais indicada para o nosso problema. Estas plantas oferecem um grande auxílio para várias doenças. Desde um simples resfriado até a cura de doenças mais graves como diabetes, hipertensão e outras.

Antes de utilizar os benefícios das plantas procure orientação quanto ao modo de usar. Apesar de serem consideradas naturais, as plantas medicinais se não forem usadas corretamente podem ocasionar efeitos colaterais graves. Se persistirem os sintomas procure seu médico.

Veja abaixo, mas dicas em vídeo sobre as plantas medicinais.

Livros para ler em uma sentada!

Nem sempre um livro bom é sinônimo de um livro grande ou com uma linguagem mais trabalhada. Não mesmo! Muitas vezes, os melhores livros são aqueles com uma mensagem rápida, direta e que pode ser lido em uma sentada, de uma só vez.

Isso mesmo, alguns dos melhores livros podem ser lidos rapidamente e, quando terminarem, vão deixar aquela sensação de vazio e a vontade de reviver tudo de novo.

Então, veja a seguir uma lista com os melhores livros para ler de uma só vez:

  1. A revolução dos bichos – George Orwell

Você já imaginou o que acontece quando os animais de uma fazendo estão revoltados e se organizam contra o fazendeiro? Com esse enredo, o livro começa com trazendo grandes ideais de igualdade para os animais e acaba se tornando uma grande ditadura dos porcos.

Em suma, o livro traz uma crítica bastante inteligente ao sistema do Comunismo e suas falhas.

  1. O Pequeno Príncipe – Antoine de Saint-Exupéry

Esse é um livro clássico e muito amado, independentemente da idade do leitor. O melhor de tudo é que ele é rápido de ler e ajudará você a voltar para a simplicidade de pensamento de uma criança.

  1. O velho e o mar – Ernest Hemmingway

Esse livro narra a história de um pescador e sua luta com um gigantesco peixe, em pleno alto mar. Para que seja possível trazer o peixe, ele deve usar toda a sua habilidade e força de pescador.

O melhor é que o livro é bastante interessante e bem fácil de ser lido!

  1. A Arte da Guerra – Sun Tzu

Para começar, fique sabendo que esse não é um livro apenas para militares. Pois bem, o livro faz uso de um contexto militar para ensinar algumas importantes lições de vida.

Sendo assim, sua leitura é tranquila e transmite a sabedoria oriental.

  1. História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar – Luis Sepúlveda

Embora pequeno, esse livro narra uma história de uma amizade um tanto improvável entre uma gaivota e um gato que a adotou. Então, juntamente de seus amigos, o gato procura descobrir como ensinar a gaivota a voar.

  1. A Metamorfose – Franz Kafka

Gregor Samsa um dia acordou e descobriu que havia se transformado em um inseto gigante. Seu desafio agora é enfrentar o trabalho, a família, os amigos e toda a sociedade. Embora estranho, o livro faz pensar!

E aí, gostou deste post com resumo de livros e dicas acima? Então não deixe de conferir mais dicas de 14 livros clássicos que são ótimos para ler em 1 dia apenas:

Alimentos para melhorar a ereção

Aqueles homens que estão procurando evitar problemas de ereção, podem encontrar ajuda se aumentarem o consumo de certos alimentos que são ricos em nutrientes associados à função erétil ou fazendo o uso do estimulante tittanus, porém muitas pessoas pesquisa sobre tittanus onde comprar, essa é uma grande dúvida, mas iremos mostrar mais detalhes e dicas abaixo.

Além disso, homens que começaram a experimentar os primeiros sintomas da disfunção erétil podem revertê-los se se comprometerem com uma dieta saudável.

Essas pequenas mudanças no estilo de vida não só ajudarão com problemas de ereção, mas também significarão uma melhora na saúde geral. Muitos médicos concordam com a seguinte afirmação “o que é bom para o pênis é bom para o coração e vice-versa”.

Até 80% dos casos de disfunção erétil estão associados a fluxo sanguíneo insuficiente para o pênis, que é suprido por artérias menores do que as que transportam sangue para o coração e o cérebro. Isso significa que, se forem tomadas medidas para melhorar o fluxo nessas pequenas artérias, as chances de entupir as maiores são reduzidas.

Mesmo que você não tenha nenhum problema de ereção, incluir os seguintes alimentos na dieta pode não apenas ajudá-lo a evitar futuros problemas de ereção, mas também pode fazer com que você tenha ereções mais firmes e duradouras. Presta atenção:

  1. Beterraba

A beterraba contém altos níveis de nitratos, que podem promover um fluxo sanguíneo mais potente, essencial para uma função erétil saudável.

Uma alta ingestão de alimentos ricos em nitrato ajuda o organismo a produzir níveis mais elevados de óxido nítrico, o que é vital quando ocorre uma ereção.

  1. Frutas do bosque

Os frutos da floresta, que incluem mirtilos, framboesas e morangos, são ricos em fitonutrientes (nutrientes à base de plantas) conhecidos como flavonóides, que são responsáveis ​​pelas cores brilhantes das bagas. No entanto, flavonóides, incluindo antocianinas, flavonas e flavanonas, também têm propriedades para reduzir as chances de desenvolver problemas de ereção. Sem dúvida, incluindo frutas da floresta é a nossa dieta, é uma escolha sábia para aqueles homens que procuram melhorar sua saúde e suas ereções.

  1. Chocolate preto

Embora não seja normalmente incluído nas listas de alimentos saudáveis, o chocolate (especificamente o chocolate amargo) fornece uma quantidade saudável de flavonóides, que possuem poderosas propriedades antioxidantes.

Estudos têm mostrado que os flavonóides, assim como outros antioxidantes, ajudam a diminuir o colesterol e reduzir a pressão arterial, ambas as condições têm sido associadas como os principais contribuintes da disfunção erétil.

  1. Vegetais de folhas verdes

Tal como acontece com a beterraba, vegetais de folhas verdes são ricos em nitratos, o que ajuda o organismo a produzir altos níveis de óxido nítrico, causando um forte impulso no processo de ereção. Entre esses vegetais, brócolis, alface, acelga ou espinafre.

  1. Ostras

Além de ser uma das principais fontes de zinco, ostras também contêm altos níveis de um aminoácido chamado ácido D-aspártico. Juntos, esses nutrientes ajudam a estimular a produção de testosterona no corpo do homem.

A testosterona tem uma grande influência no desejo sexual, que é essencial para obter uma ereção firme e duradoura.

  1. Pistaches

Carregado com um alto teor de antioxidantes, incluindo polifenóis e carotenóides, juntamente com altos níveis de vitamina E e vitaminas do complexo B, os pistaches têm um efeito positivo incrível na função erétil. Em um estudo realizado em 2011 em uma amostra de 17 homens casados, com problemas de ereção há pelo menos um ano, pelo menos 100 gramas de pistache foram introduzidos na dieta por dia. Todos os homens mostraram uma melhora significativa em seus problemas de ereção.

  1. Vinho tinto

Rico em resveratrol, um composto à base de plantas, também conhecido pelos seus efeitos antioxidantes, bem como em múltiplos flavonóides, o vinho tinto tem muitos benefícios para a saúde, incluindo uma melhoria na função eréctil.

Um estudo publicado em 2016 pelo American Journal of Clinical Nutrition mostrou que os homens que tomavam vinho tinto e comiam frutas ricas em flavonóides regularmente tinham menor risco de sofrer problemas de ereção. Os pesquisadores também descobriram que uma dieta rica em flavonóides tinha os mesmos efeitos mais saudáveis ​​nos corpos dos homens do que caminhar a um ritmo bom cinco horas por semana.

  1. Tomates

Se você gosta de tomates, ficará feliz em saber que esta fruta tem um alto teor de licopeno, o fitonutriente responsável por dar a cor vermelha e brilhante ao tomate, mas também é um poderoso antioxidante. Como você já viu, os antioxidantes ajudam a prevenir problemas de ereção.

  1. A melancia

Esta popular fruta de verão ajuda os homens a obter ereções duradouras graças ao seu alto teor de Citrulina, um aminoácido que ajuda a relaxar e dilatar os vasos sanguíneos. De acordo com a popular página de saúde Webmed, o corpo converte citrulina em arginina, outro aminoácido que é um precursor do óxido nítrico, o vasodilatador mais potente do corpo.

Para que serve o capim limão

O capim limão é uma erva medicinal incrível, conhecida também como erva cidreira ou capim santo. Ela é nativa dos territórios tropicais da Ásia e da Índia, é muito utilizada no Brasil para fins medicinais.

Suas folhas são principalmente utilizadas como remédio natural na prevenção e cura de várias doenças.

capim limão

Ele pode ser usado como repelente de insetos, previne anemia, reforça o sistema imunológico, elimina as toxinas do organismo, mantem os níveis de colesterol, diminui a ansiedade, ajuda a manter os níveis de glicose, distúrbios estomacais, dor de cabeça, problemas respiratórios, auxilia no processo de emagrecimento e outros.

Propriedades

Suas propriedades são muitas: antisséptica, anti-inflamatória, antifúngica, antibacteriana, antioxidante e antimicrobiana. Estas propriedades associadas a minerais, vitaminas e óleos essenciais ajudam a manter a saúde reforçando o sistema imunológico prevenindo combatendo doenças.

Para as mulheres fazer uso do capim limão, juntamente com outra planta ou produto natural que ajude aliviar sintomas da menopausa como o Max Amora, faz com que sua qualidade de vida melhore muito, por praticamente nunca passar por dores, incomodos ou qualquer tipo de mal estar.

Benefícios

  • Controle da pressão arterial

Seus benefícios para o controle da pressão arterial foram comprovados através de estudos e experiências. Os participantes que receberam o tratamento com o chá do capim limão apresentaram estabilidade considerável.

O estudo mostrou também que o chá tem a capacidade de elevar a pressão baixa e diminuir a alta conseguindo assim um controle das duas evitando os “picos” de pressão.

  • Combate a anemia

O capim limão é rico em vitamina C, ferro e folato (ácido fólico), que ajudam tanto a prevenir como combater a anemia. O uso da erva mantém o nível de hemoglobina elevado.

  • Controla o colesterol

O capim limão auxilia a manter o nível de colesterol saudável e reduzir o colesterol ruim (LDL). Previne o acumulo de lipídios na corrente sanguínea proporcionando o sangue a fluir com mais facilidade prevenindo doenças cardíacas como a arteriosclerose.

  • Reforça o sistema nervoso

Para auxiliar no sistema nervoso o capim limão seu chá pode ser usado tanto em banhos de imersão como para ingerir. Alivia fadiga, ansiedade, stress, acalma os nervos, vertigens, estimula a mente, auxilia a diminuir convulsões e vertigens mantendo o sistema nervoso saudável podendo prevenir doenças como Parkinson e Alzheimer.

  • Aparelho digestivo

O capim limão melhora a digestão e estimula as funções intestinais. Sua propriedade anti-inflamatória alivia dores estomacais, náuseas, diarreia e constipação.

  • Ajuda a emagrecer

Além de prevenir o depósito de gordura no abdômen ainda leva o corpo a usar energias acumuladas nas células. Através deste processo potencializa a oxidação dos ácidos graxos.

Gestantes, lactantes e crianças só devem fazer uso do capim limão sob orientação médica.

Jejum intermitente para emagrecer

Todo mundo sabe que o que não faltam são métodos, técnicas e receitas para secar em 30 dias e ter um corpo perfeito. No entanto, a parte mais difícil disso é colocar tudo em prática. Justamente por isso que o jejum intermitente vem ganhando espaço.

O fato é que o jejum intermitente não é algo recente não, visto que jejuar é uma prática bíblica. No entanto, para fins de emagrecimento o jejum já é usado desde 2013, embora tenha se tornado mais popular nos últimos anos.

Para quem não sabe, o jejum intermitente nada mais é do que um método no qual a pessoa se alimenta normalmente durante um período do dia, chamado de janela alimentar, e guarda jejum no restante das horas.

Dentro dessa regra, existem vários protocolos de jejum que podem ser normalmente seguidos de acordo com as horas de alimentação e jejum que são estabelecidas.

O melhor de tudo é que o jejum intermitente pode se adaptar à sua rotina, bastando escolher o melhor protocolo para suas necessidades.

Protocolos do jejum intermitente

Como já foi dito, o jejum intermitente possui uma série de protocolos que podem ser escolhidos de acordo com a sua necessidade. O mais importante de tudo é manter a regularidade do mesmo depois de escolhido.

Vamos conhecer os protocolos que existe:

  • Protocolo 16/8 (leangains)

Nesse tipo você pode se alimentar por um período de 8h do dia e deve manter o jejum nas outras 16 horas.

Para mulheres, esse período pode ser adaptado para 10 horas de janela alimentar e 14 horas de jejum.

Segundo o 16/8, você pularia o café da manhã, por exemplo, e abriria a janela alimentar as 12h ou 13h com um almoço. Depois, pode se alimentar livremente até as 20h ou 21h, quando inicia o jejum novamente até as 13h do dia seguinte

  • Protocolo come/para/come

Nesse protocolo de jejum intermitente, você pode se alimentar por 24 horas e depois estabelece um jejum que dura mais 24 horas.

Esse protocolo só deve ser utilizado uma ou duas vezes por semana, como forma de dar uma acelerada no processo de emagrecimento ou quando você comete excessos, esporadicamente.

Vale lembrar ainda que durante o período de jejum é permitido tomar água, chás e café preto, sempre sem açúcar.

Além disso, durante o período alimentar, deve-se apostar em alimentos altamente nutritivos e não industrializados ou processados.

Para saber mais sobre o jejum intermitente, assista o vídeo abaixo:

Faça exercícios e melhore a sua concentração

A concentração no trabalho também é conhecida como foco, mas podemos dizer que é uma habilidade importantíssima para nossa vida, já que ela também é necessária para vários momentos. Mas, infelizmente, muitas pessoas sentem dificuldade em se concentrar e se distraem rapidamente com qualquer coisa ou situação como, por exemplo, conversas paralelas.

O bom é que se você faz parte das pessoas que não conseguem se concentrar não precisa se desesperar, pois é possível desenvolver esta habilidade. Ótima notícia, não é mesmo? Com alguns exercícios básicos, você conseguirá ter foco em suas atividades diárias.

Tente ficar em ambientes que não te distraiam

Este primeiro item parece ser um pouco óbvio e você também pode pensar que dependendo da situação isso é impossível. Mas como exercício tente tirar um dia para praticar a concentração e fazer avaliações de como anda esta habilidade.

Neste momento, não fique perto de smartphones ou até mesmo desligue todas as notificações que podem vir dele, principalmente, das redes sociais.

Coloque em prática a meditação

Este exercício fundamental para uma pessoa que tem dificuldade em se concentrar, já que a sua mente ficará em estado natural – livre de distrações e pensamento que sempre te atrapalham. Tente fazer que os pensamentos que chegam em sua mente durante um estudo ou reunião, por exemplo, vão embora de uma forma que sua mente fique totalmente vazia. Fazendo este exercício regularmente, você verá que depois de um tempo não será difícil conseguir se concentrar.

Use mais sua memória durante o dia a dia

Em uma de suas tarefas diárias, tente praticar o processo de memorização. Pode ser lendo poemas, frases e citações. Desta forma, além de ampliar o seu vocabulário, você também ficará mais articulado. Para quem tem dificuldade em memorizar, o ideal é começar uma vez por semana até que chegue ao processo diário.

Aprenda um poderoso exercício de 3 Minutos para Memória e Concentração. Assista ao vídeo: 

Faça divisão das tarefas

Se por acaso você fica em pânico quando tem muita coisa para fazer, desenvolva o hábito de dividir as tarefas. Fazendo esta quebra será mais fácil de você conseguir a concentração, já que fará atividades menores – chegando mais rápido no final. É muito mais fácil conseguir se concentrar em tarefas de cinco minutos do que em algo que vai demorar muito, concorda?

Coloque as atividades no papel

Uma ótima maneira de ajudar a você lembrar as suas tarefas é anotar, ou seja, fazer uma lista. Se tiver muitas atividades, tente colocar prioridade. Desta forma, você conseguirá terminar tudo o que precisa ser feito.

Se o desafio é entregar um relatório, anote tudo primeiro em um papel para facilitar a elaboração do conteúdo. A estratégia de anotar faz com que você não perca o foco do que estava fazendo.